informe o texto

Notícias | Agro

Secretário confirma aporte de R$ 460 milhões do FCO para produtores rurais de Mato Grosso.

O FCO Rural é um crédito importante para os agricultores e pecuaristas do Estado.

09 Out 2019 - 10:13

Redação

Secretário confirma aporte de R$ 460 milhões do FCO para produtores rurais de Mato Grosso.

Foto: Reprodução

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, confirmou, hoje, que estão sendo disponibilizados R$ 460 milhões, a partir do dia 10 de outubro, por meio do FCO Rural que os produtores podem obter em crédito para aplicar em suas propriedades rurais.

 Os valores foram reajustados em setembro com um banco.
O FCO Rural é um crédito importante para os agricultores e pecuaristas do Estado. De acordo com relatório que abrange janeiro a julho deste ano, 82% dos recursos foram destinados a pequenos produtores.

 Nas operações abaixo de R$ 1 milhão, foram destinados recursos para bovinocultura de corte e maquinários. Já nas operações acima de R$ 1 milhão, os recursos foram para maquinários e armazenagem, em sua maioria.

“Buscamos atender as necessidades de todos os empresários de Mato Grosso que auxiliam no crescimento e desenvolvimento do Estado. Como a carteira empresarial ainda tem crédito, optamos por solicitar ao Banco do Brasil que destinasse este valor ao rural para atender os produtores”, explica César, através da assessoria.

De acordo com o superintendente de Política da Agricultura e Pecuária da Sedec, Eldo Leite Gatass Orro, as operações abaixo de R$ 1 milhão podem ser feitas pelos interessados diretamente no banco que faz a análise e decide pela aprovação ou não.

 As operações acima de R$ 1 milhão devem passar pela Câmara de Política Agrícola e Crédito Rural (CPACR) da secretaria de Desenvolvimento Econômico.

 O produtor contrata um projetista cadastrado na instituição financeira e elabora a carta consulta e protocola na agência que envia para o núcleo regional do banco e posteriormente é enviado para a secretaria analisar, na Câmara de Política Agrícola e homologar pelo Conselho de Desenvolvimento Agrícola Empresarial (CDAE).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet